A NEGOCIAÇÃO É UMA COMPOSIÇÃO DENTRO DA COMPOSIÇÃO

Todas as vezes que vejo meu irmão, com a guitarra, solando divinamente, lembro-me que ele me ensinou que o solo é uma composição dentro da composição.

O que isto significa? Bem, solando o cara começa num tom vai às nuvens, desce, e, como diz o matuto: pinta miséria! E, depois de tudo, volta ao curso normal da música em plena harmonia (no tom certo, na altura certa, com a nota certa).

Já notou que de repente a música está sem graça aí entra o solo e depois ele volta para aquela parte sem graça e tudo parece que sempre foi lindo? Claro que estou me referindo ao solo feito corretamente e à música bem composta e tocada. Por isto digo que a negociação é uma composição dentro da composição.

Sigamos juntos nesta viagem musical…

A vida e os relacionamentos têm princípio, meio, fim, momentos mais empolgantes, momentos menos empolgantes, preferencias, inovações, tradições e muitas outras coisas semelhantes à música.

Perto dos 12 anos, estudei um pouco de música e aprendi que: “A música é a arte de manifestar os diversos afetos de nossa alma mediante o som” (BONA, P. Método Musical. São Paulo: Igal, 1997). Hoje sei que tudo aquilo em que decidimos envolvimento de corpo e alma (família, relacionamentos, estudos, trabalho e outros) está sujeito a um momento de interrupção do fluxo desejado (gostou como estou conceituando conflito?) e precisaremos realizar os ajustes (solos) para que a nossa alma seja feliz e consequentemente possamos experimentar a plenitude da vida!

Assim, refletindo em todos os níveis: pessoal, profissional, social, pense em todos os seus relacionamentos, até consigo mesmo. Sabe aquele momento do “e agora?”. O que fazer na hora do “conflito”? Sugiro que este momento seja visto como a oportunidade de brilhar com um solo! Uma oportunidade de crescimento. Este momento será bom ou ruim a depender de como for administrado. Sacou?

Quando surge o conflito a coisa pode ficar sem graça, então, você faz um solo e contorna a situação e, quando a vida segue, tudo é lindo e, possivelmente, mais que antes!

A imagem de composição dentro da composição proposta por Felipe (meu irmão) me remete a ver que a negociação é uma composição dentro da composição. Vejo que a negociação se assemelha ao solo. Trata-se de um processo que nos leva do momento de conflito até o acordo que nos fará sentir a emoção do sucesso e o sentimento de vitória!

A prudência nos faz ver que o negociador, assemelha-se ao músico precisando estudar e viver sua amada arte, empenhando-se para ser, naturalmente, genial.

O negociador precisar: planejar, ensaiar, combinar com a banda, afinar o instrumento, cuidar da saúde, testar os equipamentos, fazer careta para dar impressão que a nota é difícil, ou seja, tem que dar um show!

Preparação, coragem, criatividade, foco, conhecimento técnico e muitas outas coisas são fundamentais para o solo e para a negociação. E lembre-se! As propostas fazem parte daquilo que demonstra a alma. Bons solos!

VEJA OUTROS MATERIAIS QUE ESTÃO DISPONÍVEIS (E-BOOKS, VÍDEOS) OU ME CONSULTE SOBRE TURMAS PREVISTAS E PROJETOS PERSONALIZADOS.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *